Páginas

sábado, 30 de janeiro de 2010

Parece que conheço você há muito tempo...


Ele gostava quando ela dizia: - Sabe, nunca tive um papo com outro cara assim que nem tenho com você.
Ela gostava quando ele dizia gozado: - Você parece uma pessoa que eu conheço há muito tempo.
E de quando ele falava: - Calma, você tá tensa, vem cá. E a abraçava e a fazia deitar a cabeça no ombro dele para olhar longe, no horizonte do mar, até que tudo passasse, e tudo passava assim desse jeito.
Ele gostava tanto quando ela passava as mãos nos cabelos da nuca dele, aqueles meio crespos, e dizia: - Bobo, você não passa de um menino bobo.

[Caio Fernando Abreu]

4 carinhos:

Silvia M! disse...

Caio F. parece ter as linhas certas para cada momento. ;) lindo.

De repente a gente sente o amor. disse...

Sem dúvida! ;)

tiaguim disse...

engraçado.. eu adoro quando ela passa as mãos na minha nuca.. no meu cabelo meio crespo [ah, um dia ele foi bem lisinho]. Gosto quando ela fica alisando minhas costas... na verdade, ela fica me cutucando, mas eu tô acostumado. Exceto quando ela me belisca forte, aí dói.

Ahh.. você tá tensa, tá precisando das minhas mãos no teu pescoço, nas tuas costas, suavemente...

Te amo minha pinguilina! ;*

tiaguim disse...

Bastam alguns poucos "clicks" para então suspirar de felicidade. Ler tuas postagens, teus textos e eu me sinto bem. Mas não é apenas "bem".. é mais, bem mais que isso. Frio na barriga, acredita? Boca trêmula, olhos a piscar numa velocidade maior. Por ti, apenas por ti. Se fosse pra dizer apenas uma, uma única palavra ela seria: "Obrigado".

Postar um comentário